Respirando a vida em contrastes

Entrevista com Kari Pei

“A arquitetura está vinculada ao bem-estar. Acho que as pessoas querem se sentir bem em um espaço [...] Por um lado, trata-se de abrigo, mas, também, de prazer." – Zaha Hadid

 

Com a sua última coleção, Look Both WaysTM, a Vice-Presidente de Design de Produto da Interface, Kari Pei, sabia que ela queria contribuir para espaços onde as pessoas trabalhar de forma a obter seu melhor desempenho. “Seja trabalhando sozinho, em colaboração, ou gerando ideias – o piso fornece o pano de fundo para informar e provocar certos comportamentos,” ela explica. Trata-se de melhorar o humor e, como diz Pei, abrangendo estilos diferentes, "ampliando o vocabulário de um visual".

Com a ambição de criar uma coleção de superfícies duras e macias, pisos vinílicos de luxo e placas de carpete, Pei utilizou o conceito de contraste como uma plataforma para a criatividade, levando as coisas muito além da primeira impressão. No mundo do design, contrastes podem ser poderosos. Eles podem transformar um espaço, adicionando interesse visual marcante, sem se esforçar demais. Quando feitos corretamente, uma diversidade de materiais, padrões, texturas e cores, causa surpresa e intriga, dando vida a um quarto, e trazendo alegria a todos aqueles que adentram o mesmo.

Carpete e Piso Vinílico de Luxo (LVT) em uma coleção

Look Both Ways é uma coleção lúdica que une LVT e carpete. Começando com o concreto, Pei e sua equipe exploraram cor e textura para fazer projetos de piso com flexibilidade e oportunidade criativa aparentemente interminável. Dimensões e temas se refletem, trabalhando juntos, lado a lado, de formas inesperadas. Em alguns casos, a mesma ideia ainda pode ser refletida em ambos os materiais. Por exemplo, o carpete ornamentado com um padrão de concreto entalhado realista, coordena com LVT manchado de confetes – o último sendo um aceno único para a tendência de ladrilhado.

A coleção fornece uma sensação monolítica, mas com a abordagem de sistemas da Interface para design. De pequenos cantos de um quarto a pisos dentro de grandes espaços em vários níveis, a ideia é definir um espaço por sua estética. Inspirado pela 'selva de concreto', os padrões e texturas usadas são, talvez, subconscientemente familiares para a maioria. "Nós queremos capturar a beleza [da paisagem urbana]," diz Pei, "mas o mais importante é que criamos produtos que irão capturar a conexão emocional do usuário para o espaço.

+Positive spaces para se sintonizar

Essa é a essência dos +Positive spaces. Look Both Ways considera não apenas como esses espaços farão as pessoas agirem, mas como eles irão se sentir. Como Pei explica, “Quando penso em todas as coleções [da Interface], sempre parece haver algum tipo de tema que se relaciona à captura de emoções das pessoas em um espaço - tentando invocar um certo sentimento que conectará a pessoa em um espaço aos materiais neste espaço.”

E não é apenas uma conexão emocional. Com produtos neutros de carbono feitos de nylon reciclado – esta coleção ajuda os designers a atuarem na redução das emissões de carbono em seus projetos.

Look Both Ways nos convida a criar, a nos inspirarmos – e termos novas ideias.

Artigos relacionados