Natureza no Espaço

A perspectiva individual sobre o que constitui a ‘beleza da natureza’ pode variar. Temos experiências estéticas muito particulares e reações aos elementos do mundo natural, mas pesquisas científicas comprovam que nos é psicologicamente e fisiologicamente fundamental que nos sintamos parte dele com frequência. Precisamos nos ligar com o ambiente natural. Segundo a obra ‘14 Desenhos com Design Biofílico’ da empresa Terrapin Bright Green, a Natureza no Espaço leva em consideração as partes do design que nos proporcionam o contato físico direto com a natureza de dentro de um espaço interno. Ao aplicar o primeiro dos três grupos de desenhos de biofilia no design de nosso escritório ou local de trabalho, trazemos elementos reais da natureza para o nosso domínio urbano. Isso nos permite utilizar todos os cinco sentidos para criar um espaço experimental.

As conexões sensoriais com esses elementos naturais, sobretudo por meio da diversidade, do movimento e das interações multissensoriais, definem-se como:

1. Conexão Visual com a Natureza – Estimulando as visões de elementos da natureza, de organismos vivos e processos naturais; como uma janela com vista para um jardim ou para o mar, vasos de plantas, canteiros de flores, pátios com jardins, muros verdes e telhados verdes.



2. Conexão Não Visual com a Natureza – Interações de design frequentemente subestimadas que estimulam os nossos outros sentidos de audição, tato, olfato e sabor para nos lembrar de nossa ligação com a natureza.



3. Estímulos Sensoriais Não Rítmicos – Os ricos estímulos sensoriais da natureza em um movimento consistente, porém imprevisível; como o gentil oscilar de gramíneas ou folhas ao sabor da brisa, ou ondulações na água.



4. Variabilidade Térmica e do Fluxo de Ar – As sutis mudanças na temperatura do ar e da superfície, na umidade e no fluxo de ar no revestimento que simula ambientes naturais.



5. Presença d’Água – Para ver, ouvir ou tocá-la.

6. Luz Dinâmica e Difusa – Utilização inteligente de luz e sombras para simular as condições de iluminação ou os processos circadianos que ocorrem na natureza.



7. Ligação com Sistemas Naturais – Conscientização ou proximidade com processos naturais, como mudanças sazonais, nos lembrando do processo de ecossistemas saudáveis.