Carpetes Seguros e Bonitos para Espaços Accessíveis

Com criações inteligentes, a Interface decretou o fim dos ambientes impessoais em áreas que têm como prioridade questões de segurança.

Projetar ambientes que atendam às normas de segurança e acessibilidade das casas de repouso, clínicas geriátricas e de outras instituições destinadas ao atendimento de idosos, pode não ser uma tarefa muito simples ou que resulte em um espaço totalmente alinhado às últimas tendências de moda. No entanto, algumas soluções já existentes no mercado estão transformando essa realidade. É o exemplo dos carpetes modulares da Interface, que oferecem os sistemas solution dyed (previne manchas) e anti microbial (inibe a reprodução de fungos e bactérias), além de contar com uma base vinílica, que protege o verso do carpete, resultando em um sistema de limpeza fácil e eficiente. Vale destacar ainda que, os carpetes modulares da Interface chamam atenção pelo design e também pela instalação “livre do uso de cola”.

Ao desenvolver seus carpetes, a Interface se preocupa em oferecer um produto com dimensões que permitem flexibilidade e apresentam belos padrões, texturas suaves e cores que se destacam. Características que permitem a customização de um ambiente, para que ele se torne único. “Com a variação de cores e tamanhos, possibilitamos ao consumidor ou arquiteto a criação de projetos para áreas especificas, que podem, ainda, ter os módulos dos carpetes trocados de posição para que algo diferente seja criado na manhã seguinte”, explica Luciano Bonini, diretor de marketing da Interface América Latina.

Justamente por oferecer tantos benefícios e, principalmente, por estar alinhada às normas para o funcionamento de casas de repouso, clínicas geriátricas e outras instituições destinadas ao atendimento de idosos, que a Adere (Associação para Desenvolvimento, Educação, e Recuperação do Excepcional), recebeu, no segundo semestre deste ano, a equipe da Interface para a instalação de carpetes modulares em seus ambientes.

Localizada na Vila Santa Catarina, na capital paulista, a instituição, que atende, há mais de 40 anos, pessoas com deficiência intelectual, já colhe os frutos do benefício. “Os carpetes da Interface me surpreenderam desde a instalação. Nunca pensei que seria tão fácil. Eles são super higiênicos, o que é ideal para a Adere. Além disso, tivemos a flexibilidade de colocar cores mais alegres para os locais de descontração e outras mais sóbrias para os de descanso. Com certeza, além de mais alegre, os ambientes também ficaram muito mais confortáveis e seguros”, afirma Gabriela Höhne, estudante do curso de Design de Interiores do Centro Universitário Belas Artes, que desenvolveu, em parceria com a Interface, um projeto de revitalização da Adere.

 

Principais características dos carpetes modulares da Interface:

1 – Apresentam dimensões que permitem flexibilidade e variedade no seu uso, garantindo ao consumidor economia, pois permitem projetar um tapete para uma área especifica ou ainda trocar as posições e criar algo diferente logo em seguida.

2 – Primam pelo design inovador, por isso possuem belos padrões, texturas suaves e cores que se destacam. Além disso, permitem a customização de um ambiente, para que ele se torne único.

3 – Contam com um sistema de instalação “livre de cola”, mais conhecido como TacTiles, que permite que os carpetes da Interface “grudem” nas superfícies, mas que mesmo assim sejam extremamente fáceis de se retirar. Isto porque o sistema TacTile cria uma instalação estável dos carpetes modulares, mas não é fixado com cola. Permitindo assim que o revestimento se torne adequado e seguro para locais que prezam pela acessibilidade.

4 – São concebidos de materiais recicláveis ou de fontes renováveis, sendo feitos de forma a não demandar muita energia.